terça-feira, 7 de janeiro de 2014

Conheçam a Pedra da Boca do estado de Minas Gerais




Da mesma forma como conferimos a existência de um outro município brasileiro denominado Araruna, (Confira através do link: http://wellingtonrafael.blogspot.com.br/2011/04/araruna-no-parana-nossa-cidade-irma.html) também é possível se fazer algo semelhante com o maior ícone geográfico de nosso município, nos referindo obviamente a Pedra da Boca, onde nos remetemos ao município de Teófilo Otoni, estado de Minas Gerais, onde um afloramento rochoso com a mesma denominação da rocha paraibana é encontrada.

A Geografia brasileira e suas nuances são como uma enorme colcha de retalhos que de norte a sul nos surpreende, belezas semelhantes e diferenciadas são encontradas na Pedra da Boca mineira, a qual imediatamente recordamos ou comparamos a beleza e grandiosidade da Pedra da Boca paraibana.

A Pedra da Boca mineira, está situada no município de Teófilo Otoni, Mesorregião do Vale do Mucuri e distando  cerca de 450 km de Belo Horizonte capital do estado, no limite com Carlos Chagas e Ataléia/MG, praticamente as margens da BR- 418, na propriedade rural do senhor José Rogério Dantas. Esta BR é conhecida como "Estrada do Boi", pela grande quantidade de rebanho bovino encontrado em seus arredores.

Vale ressaltar que a "Estrada do Boi" é a principal ligação entre a região nordeste do estado de Minas Gerais e o litoral sul do estado da Bahia. 

Morador da região com a Pedra da Boca ao fundo. Fonte: ademircarosia.blogspot.com

Casa de morador nas proximidades da Pedra da Boca. Fonte: ademircarosia.blogspot.com
A rocha apresenta cerca de 970 metros de altitude, e possui esta denominação devido  ao resultado de um desmoronamento que causou uma fenda horizontal que se assemelha a uma enorme boca. Além da denominação "Pedra da Boca", também é bastante conhecida como "Pedra da Baleia", por considerarem seu formato parecido, e devido a suas grandes dimensões espaciais ao enorme mamífero áquatico.

A beleza da Pedra da Boca e das demais rochas em seu redor atraem as atenções de todos que circundam a região, sobretudo a rodovia cuja qual, ela está as suas margens. O local acaba recebendo cada vez mais interessados em praticar esportes de aventura, além dos turistas de todo sudeste que indo em direção ás praias capixabas e baianas acabam por se deslumbrar com a grandiosidade desta rocha.


Localização geográfica da BR-418 entre os municípios de Teófilo Otoni e Carlos Chagas/MG,
onde está localizada a Pedra da Boca. Fonte: http://www.skyscrapercity.com
Pedra da Boca, as margens da BR-418 a famosa "Estrada do Boi". Foto: pt.wikipedia.org 
Pedra da Boca . Fonte: http://www.dzai.com.br
Gigante de 970 metros a Pedra da Boca se destaca na paisagem mineira. Fonte: http://www.panoramio.com
Escalada na fissura que formou a "boca". Fonte: http://www.dzai.com.br

Escalada na Pedra da Boca/MG. Fonte: http://www.dzai.com.br
Pedra da Boca e BR-418. Foto: www.flickr.com
Escalada na fissura "boca" da rocha. Fonte: http://www.dzai.com.br
Crateras encontradas em rocha vizinha a Pedra da Boca.  Fonte: ademircarosia.blogspot.com
Crateras em rocha vizinha a Pedra da Boca (Imagem ampliada).  Fonte: ademircarosia.blogspot.com
Região incrustada de afloramentos rochosos, Teófilo Otoni/MG. Foto: Renato Teixeira
Pedra "da Boca" ou "da Baleia". Foto: Renato Teixeira.
Afloramento rochoso formado por rocha magmática, Pedra da Boca. Foto: Renato Teixeira
Pedra da Boca, município de Teófilo Otoni/MG. Foto: Renato Teixeira
Assim como a rocha paraibana, a Pedra da Boca mineira localizada em região de Mata Atlântica apresenta um enorme potencial turístico a ser explorado e melhor conhecido pelo brasileiro, onde o esporte, lazer, preservação ambiental devam ser os carros guias de possíveis empreendimentos em favor do turismo e da conversação ambiental.


Por: Wellington Rafael

3 comentários:

  1. Nossa Araruna, uma princesa
    Tão majestosa, tão azul
    Se tem outra lá no Sul
    Também com a sua beleza
    Saudo-a: Oh Vossa Alteza!
    Mas as maravilhas aqui me norteiam
    E os meus versos aqui anseiam
    Querer sempre meu torrão destacar
    Pois “as aves, que lá gorjeiam,
    Não gorjeiam como cá”

    Outra pedra tem no Sudeste
    Da boca, por sinal
    Eu não vejo nenhum mal
    Pois a nossa, maior beleza veste
    E somos “cabas da peste”
    Mas pessoas que nada odeiam
    Perante as serras que nos rodeiam
    Vivemos só a amar
    Pois “as aves, que lá gorjeiam,
    Não gorjeiam como cá”

    ResponderExcluir
  2. Essa terra bela e verdejante,verdadeiramente,tem como filhos prodígios pela erudição e honradez e projeção em outros Estados,para nosso orgulho,os seguintes grandes e excepcionais filhos e academicos de renome nacional:Pereira da Silva,Perillo de Oliveira,José Targino Maranhão,Humberto Fonseca de Lucena e José Adalberto Targino Araújo.O resto são pessoas comuns,que não passam das fronteiras de Tacima e Cacimba de Dentro...

    ResponderExcluir
  3. Certo!Certíssimo!!!Zé Maranhão,na Administração;Pereira da Silva e Perillo na literatura;Humberto como historiador e Zé Adalberto jurista e poeta.

    ResponderExcluir